/ GERONTO FAIR
TERCEIRA IDADE

EM 2025 OS IDOSOS SERÃO UMA POPULAÇÃO DE 32 MILHÕES DE BRASILEIROS, QUE NECESSITARÃO MANTER-SE BEM DURANTE UM LONGO PERCURSO.

Envelhecer com qualidade de vida e satisfação ainda é a novidade, e todos os setores da sociedade, da indústria, do comércio, das áreas da saúde, do direito, da moda, da arquitetura, da gastronomia, entre outras, precisam se adaptar às necessidades desta população que vive cada vez mais, e quer viver bem, desfrutando do que há de melhor. São pessoas exigentes, que sabem o que querem e o futuro é deles!

Em 2025 os idosos serão uma população de 32 milhões de brasileiros, que necessitarão manter-se bem durante um longo percurso.

Para isto, um grande nicho de mercado está surgindo, de olho em tudo que esta população consome: saúde, moda, beleza, viagens, direitos, alimentação saudável e muito mais daquilo que estimula suas percepções e sentidos, desfrutando do prazer de conhecer novos lugares, degustar bons pratos, dançar, aprender, criar e amar!

Hoje já se fala em Gerontolescência, período anterior à idade cronológica definida como Terceira Idade, ou seja, 60 anos. Isto porque neste período já começam a ocorrer mudanças nos gostos, nos hábitos, nos planos de vida e uma necessidade de realizar coisas diferentes do que fez ao longo da vida.

A tecnologia médica, por exemplo, privilegia cada vez mais a faixa acima dos 60 anos: são vacinas, terapias antioxidantes, exames diagnósticos e preventivos com tecnologia de ponta, testes genéticos, medicamentos cada vez mais eficazes no tratamento das doenças crônico degenerativas e tantos outros. As novidades não param de chegar, melhorando especialmente visão, audição e a cognição. Aliado a isto, o acesso à informação possibilitado pelos recursos cada vez maiores na área de informática e pela internet.

Além disso, um dos segredos da jovialidade é o desejo de aprender, ao invés de querer ensinar, isto mantém o “cérebro ativo”, diminuindo os riscos de demência.

Também no segmento da moda e da beleza, há uma procura cada vez maior de produtos que atendam às necessidades deste novo mercado. Em países como o Japão, por exemplo, onde as pessoas centenárias são comumente vistas exercendo atividades laborais, os conceitos de moda e beleza, já chegaram à Terceira Idade, e os cuidados com a aparência incluem ainda a prática de atividades físicas, os esportes e seus benefícios que, aliados aos recursos estéticos, irão trazer, sem dúvida, maior auto-estima, que por sua vez, redundará e mais saúde, longevidade e alegria de viver! E com direito à cirurgia plástica, se isto lhes fizer sentir-se bem. Também o mercado de produtos anti-sinais para maiores de 70 anos é novo e pouco explorado. No entanto, os idosos, mais confortáveis com seu corpo, e com dinheiro no bolso, vêm ganhando a atenção da indústria de cosméticos. Existem marcas de cosméticos que além dos ingredientes específicos para peles e cabelos maduros, têm em suas embalagens, informações claras, com letras grandes e fáceis de manusear.

Um grande número de idosos ao acordar, tomam seu banho, passam filtro solar, aplicam a maquiagem, penteiam-se escolhem uma roupa bem bonita, um sapato elegante e confortável e vão resolver suas tarefas do dia fora de casa. Também cuidam das unhas, dos cabelos, fazem drenagem linfática, massagem modeladora, reflexologia e praticam esportes como esteira, natação, pilates, bicicleta, sem dispensar momentos de lazer como jogos de tabuleiro, de cartas, boa leitura, filmes, jardinagem, passeios aos shoppings, interando-se sempre das novidades.

As idosas estão gostando da idade que têm, e querem ficar “com tudo em cima”, bonitas de uma forma compatível com seu corpo. Afinal, para ficarem sempre lindas, têm que se cuidar! Assim os profissionais da beleza, da estética, e da moda, vêm sendo cada vez mais valorizados.

A moda para a Terceira Idade é uma supertendência, cujo mercado possui grandes ícones que representam marcas famosas e são conceito de mulher, idosa, bela e Fashionistas. Entre elas podemos citar “modelos” famosas que sempre representaram grandes marcas nacionais e internacionais, ou que simplesmente ditam a moda por seu estilo próprio: Costanza Pascolato, Iris Apfel, Vivienne Westwood, Carmen Dell'Orefice, Daphne Selfe, Beatrix Ost, Nazare Pinela, Joyce Carpati, Ilona Royce Smithkin, Yasmina Rossi, Jacky O'Shaughnessy, Linda Rodin e muitas outras!

A geração dos “baby boomers” (nascidos entre 1946 e 1964) de uma grande camada da população, está cheia de dinheiro guardado para gastar. Consumidores Sêniors cuja renda mensal soma quase 8 bilhões. E querem gastar naquilo que há de melhor, uma vida bem vivida e feliz!

Sem dúvida, podemos contatar esta macrotendência do amadurecimento. E esta super tendência vai exigir das marcas que busquem um novo foco, desenvolvendo produtos melhor adaptados ao público maduro, visando esta recente demanda.

Além de tudo que já foi dito, precisamos ainda levar a este público uma arquitetura que já vislumbre suas necessidades e cuidados futuros destro de suas casas. Estes aspectos também serão muito importantes nas necessidades de recuperação de doenças, bem como uma imensa gama de produtos e serviços à disposição no mercado, para uma melhor qualidade de vida do idoso.

Vislumbrando todo este grande universo e sua constelação de idosos, é que estamos resumindo em um só lugar o que há de melhor para o segmento: a GERONTO FAIR.

Dra Eliane Beuren
MD, PhD Especialista em Geriatria e Gerontologia